quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Sua Escola é assim?


A ESCOLA QUE DISCUTE SEU MUNDO, TENDE A MELHORAR SEU DESEMPENHO E A AJUDAR À SOCIEDADE NA SOLUÇÃO DE SEUS PROBLEMAS

Sua Escola é assim? É cega, surda e muda diante de muitos problemas que só ela tem?

Se não é, comporta-se como tal!

Por mais de vinte anos convivi com a problemática escolar. E ao comparar os procedimentos políticos e pedagógicos da década de noventa, por exemplo, em quase nada se diferenciam dos de hoje. Tudo parece tão igual, exceto alguns indicadores que pioraram sensivelmente.

A Reprovação, por exemplo, que àquela época chegou, aproximadamente, a 16%, da 5ª à 8ª séries, em 1998; em 2014, nos mesmos quatro anos de estudo, foi acima de 15%.

Considerando-se o acréscimo nas matrículas, significa que o número absoluto de reprovados neste ano, foi maior do que do anterior. Ou muito mais adolescente jogado na amargura da Reprovação Escolar.

Para ficar apenas em mais um exemplo, vale citar a o que vem ocorrendo com a formação docente.

No comércio de ensino, onde se pode pagar até R$ 199,00, ao mês, para ter um título universitário, nada se pode esperar, senão a ruína da formação docente, sobretudo, da parte que se submete ao perverso Contrato Temporário de Trabalho.

 Então, pergunta-se: a Escola discute estes ou qualquer um dos itens da lista abaixo, aproveitando o tempo destinado à Coordenação, por exemplo?

Claro que não!

Nossa Escola não se sente responsável, nem está preocupada com nenhuma destas questões.

Estes assuntos não são com ela. Nada disso lhe diz respeito. Eles fazem parte do programa, nem constam nos livros didáticos.

Também não significa nada para o Sindicato da categoria de professores e menos ainda, para os atuais ocupantes da Secretaria de Educação.

Se a Escola é quem convive e sofre com todos esses problemas e ao mesmo tempo se omite em fazer qualquer discussão a respeito, quem deverá, então, se preocupar?

Talvez o presidente da República, o Governador, os deputados Distritais ou, quem sabe, o próximo secretário de Educação do Distrito Federal!

Clique no item 

Nenhum comentário:

Postar um comentário